sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Desafio

Ângela estava ansiosa. Apesar de já avançada idade nunca tinha viajado de avião. Suas pernas tremeram ao ver de longe aquela máquina sinistra, talvez a coisa mais pesada que vira ao longo da vida. Era difícil acreditar que aquele monstro metálico fosse alçar voô levando tantas pessoas consigo.

Estava na porta de embarque. Muita gente ia sendo engolida pela bizarra criatura gigante que iria levá-la ao encontro de sua irmã mais rápido do que jamais imaginara. As mãos suavam, ela tentava manter a calma como podia. Em pensar que por terra levaria horas para chegar a sua cidade natal e dentro daquele monstro não demoraria mais de uma hora.

Passou pelo túnel, chegou a porta da aeronave. O comissário lhe recepcionou sorridente. Uma aeromoça ofereceu ajuda para guia-la até o seu assento. Ela agradeceu. Estava receosa, bastante aflita. Se sentia uma criança prestes a entrar numa nova escola. A diferença é que agora ela não possuia mais a vitalidade da infância. Correu os olhos pelo corredor, olhou a janela, a coisa começava a se movimentar. Era tarde para desistências.

O coração acelerava cada vez mais. Quem diria chegar nesse momento da vida e ainda encontrar desafios a superar. Para ela nunca tinha sido problema encarar a estrada, viajar por horas. Se sentia bem na viagem, era quase uma terapia. Todavia, nesse ano, ela queria enfrentar esse medo. Só chega ao céu quem se dispõe a voar.

A máquina toca o solo e alguns solavancos depois ela para. O piloto taxia o avião com maestria, levando-o ao terminal de desembarque. Ângela agradece a todos pela excelente viagem. Depois, já no saguão, ela fita a grande aeronave que a trouxe até aquele lugar e até aquele estado de espirito. Sim, aquele estado de extâse que só sentimos quando superamos um grande obstáculo. Mesmo sem a força da juventude, ela estava se adaptando a nova escola.

Thiago Carvalho - 31/12/2010

11 comentários:

  1. Isso mostra,que quando nos aparece algo aparentemente impossível de ser enfrentado.Achamos que não somos capazes.
    Mas que nada, somos fortes e nem percebemos.

    Feliz Ano novo!!

    ResponderExcluir
  2. E você narra divinamente! Adorei o conto, isso me lembra minha avó quando viu meu computador pela primeira vez, ela começou com uma porção de perguntas: "É você pressionar esses quadrinhos pra escrever? E sai tudo na telinha?"
    Ficara impressionada. A tecnologia ensinando que não tem mistério, nem para os meus velhos.

    Adorei, Thiago. E aceito seus votos de feliz aniversário com um sorriso no rosto. Muito obrigada!
    Feliz Ano Novo. Que este 2011 te encha de alegrias.

    Imenso beijo.

    ResponderExcluir
  3. Olá menino...
    um belo conto,desafios sempre nos vem...
    e superar sempre nos faz melhor...

    bjO e um lindo 2011 que seja doce..

    ps: questionario respondido...
    nesse link... demorei um pouquinho mas respondi rsrsr

    http://decidivivercarinhofazadifereca.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Amigo: lindo texto quem diria que essa senhora teria medo bem mais novo era eu e também tive medo pois a primeira vez que andei de avião foi num bimotor de nove lugares e caimos cai em baixo dentro dele, ainda tenho uma cicatriz na cabeça para recordação.
    Um Abraço
    Santa Cruz

    ResponderExcluir
  5. Thiago,

    Um conto repleto de energia. Que os desafios não sejam encarados com medos, mas de peito aberto.

    Adorei passar por aqui, agradecer a visita.

    e fico fã.

    bj

    ResponderExcluir
  6. Enfrentar os nossos medos é sempre complicado, tenebroso e tudo mais, mas depois de supera-los e começamos a habituar...

    Thiago gostei do texto, me senti dentro dessa máquina de ferro..

    Beeijos *-*
    Feliz 2011

    ResponderExcluir
  7. Você me impressiona cada dia mais com suas escritas.! adorei cada linha aqui expressada! gostei de todos os anseios e emoções ressaltados...gostei mesmo! essa história promete!
    Feliz ano novo !

    Dan

    ResponderExcluir
  8. Vc como sempre me encantando com seus textos rsrs.

    Saber enfrentar os desafios é algo inteligente, vc soube narrar direitinho.

    abraços

    ResponderExcluir
  9. Todos deviam ler esse texto antes de entrar em um avião, não é mesmo? Fico feliz que seu 2010 foi bom, desejo que 2011 seja ainda melhor!
    Um abraço,
    Adri

    ResponderExcluir
  10. O importante é a superação dos medos.

    ResponderExcluir
  11. Aaaaahhhh a Iza precisa ler este post!!!
    heuehueheu
    Bjos

    ResponderExcluir